Browsing Category

Relacionamentos

As 7 Toxinas do Amor

Muito se fala sobre relacionamentos tóxicos, mas poucos observam as suas toxinas

Existem diversas toxinas, muito mais de sete! Podemos inclusive cria-las a qualquer momento. Nesse artigo tratarei sobre as sete que em minha percepção são as mais prejudiciais a qualquer relacionamento. Não há amor que suporta tais toxinas, afinal elas são exatamente os venenos do amor.

Hoje eu desafio dois autores emblemáticos da cultura ocidental que falam sobre amor. O paradoxo tóxico de Camões e o amor subserviente de Paulo. Fogo que arde sem se ver além daquele que tudo sofre, crê, espera e suporta.

O amor tem limites, afinal ninguém quer ser desrespeitado em prol do amor! Talvez alguns brasileiros defensores de partidos políticos canalhas suportem a usurpação acreditem que amem, mas a verdade é que

O relacionamento acabou, mas ela não terminou comigo

Terminar um relacionamento nunca é fácil, é como chegar no final de um livro que poderia ter uma continuação maravilhosa, mas não tem.

Era uma manhã de sábado. Acordei cedo, diferentemente do que normalmente acontecia para um sábado. Aproveitei para levar meu telefone para a assistência técnica. Havia algumas semanas que estava com um mau contato chato. Não sei por que diabos ao chegar lá dei de cara com a loja fechada. Vacilo! Jurava que abriria sábado. Faltou conferir o horário de atendimento da loja.

Perdi minha viagem? Melhor não… vou dar uma passada naquela avenida que é cheio de peças de carro e ver se conserto a alavanca do banco que tinha estragado. Não estava dando pra regular a altura! Algumas coisas em minha vida realmente pareciam não funcionar.

Sintonizei uma música tranquila e partiu curtir o sabadão ao volante! Quando passei pela praça principal, lembrei que meu amigo Breno tinha acabado de se mudar para algum lugar ali perto. Vou ligar! Encostei o carro e escutei do outro lado da linha!

– Alô?!
– Faaaala, meu brother! Tudo na paz?
– Ô gente boa! Estou tranquilo e você!
– Sempre bem! Sabe como é, né!? Cara, estou passando por aqui perto da praça. Você está morando por aqui, não está? Tenho que conhecer a nova morada, pô!
– Não é perto, é na praça mesmo! Número 87, apartamento 701. Sobe aí!!

Havia tanto tempo que eu não encontrava com meu parceiro, que quis fazer uma surpresa. Comprei uma caixa com 6 longnecks e quando ele abriu a porta já o cumprimentei mostrando a cerveja logo de manhã com um largo sorriso de bom dia! A gente era brother mesmo!

Papo vai, papo vem… afinei o violão, que parecia que estava encostado há algum tempo, e fomos relembrando as músicas que sempre tocávamos enquanto a conversa ia ficando em dia, nem dei notícia das 20 vezes que, naquela altura do campeonato, Laís havia me ligado! Era minha namorada de poucos meses.

Já quase na hora do almoço, quando a cerveja acabou, fui para a sala e vi meu celular piscando. Havia largado ele no silencioso na mesinha logo na entrada. Quando olhei as chamadas não atendidas, quase caí pra trás! 48 chamadas não atendidas. Afff… iria ser mais um dia daqueles!

O Relacionamento de um Casal Perfeito

A porta fecha. Ela o olha com uma cara de quem vai cometer um assassinato qualificado e solta:

– Onde você estava?
– Eu… eu… Nossa! Eu devia ter avisado. Na saída do trabalho o Luiz me ligou, ele estava meio mal, queria bater um papo e…
– Devia ter avisado mesmo! Te liguei várias vezes. Por que você não atendeu?
– Meu celular estava no silencioso e eu estava dando atenção ao Luiz, né?! Ele e a Laura vão se divorciar.
– Pra ele você dá atenção, mas pra mim não! Você nunca avisa… Não me atende, não responde às minhas mensagens!
– Ahhh pare com isso, amor! Que drama!!!
– Drama?! Quem tá fazendo drama aqui? Só estou constatando uma verdade. Você mesmo admitiu que devia ter avisado.
– Sim, mas eu nem pensei…!
– VOCÊ NUNCA PENSA!!!
– Paaaare de gritar! Pelo amor de Deus!!!

Nesse momento, pela altura da voz dos dois, os vizinhos já começavam a dar notícia de mais uma briga do casal.